domingo, 24 de abril de 2011

Taxa de Crescimento da Randon

Como já destaquei várias vezes neste blog a análise fundamentalista não é infalível, na verdade está longe disto, pois ela analisa o passado e o presente, enquanto que o importante para o investidor é o futuro da empresa. Afinal o que importa não é o P/L atual, mas o P/L futuro. Imagine que hoje uma empresa tenha um P/L baixo, digamos de 8; só que no ano seguinte a empresa tem uma queda do lucro de 50% devido a algum problema na economia, no setor ou na empresa. O P/L que era de 8 de repente vira 16. A empresa que era barata na verdade virou cara. E vice versa. Indicadores ruins podem de repente se tornarem ótimos se a empresa crescer muito e tiver um lucro alto. Contudo, apesar das limitações, a análise fundamentalista é a única coisa confiável que temos para tentar projetar (com uma margem de erro relativamente grande) qual o futuro de uma empresa. E esta é o que usaremos, só que bem cientes que ela é sujeita a muitas falhas.

Mas qual a diferença entre esta abordagem e a abordagem fundamentalista tradicional "xiita"? Bem, a grande diferença é que, cientes que nossas análises fundamentalistas tem limitações e podem se mostrar falhas iremos ter uma postura no geral bem mais conservadora, não fazendo algumas loucuras que vemos frequentemente por aí, como estar "All In", ou concentrar demais a carteira em poucas empresas pois elas estão "muito baratas" e outras posturas semelhantes. Ou seja adotaremos uma diversificação bem maior.

Basicamente a análise fundamentalista tenta prever qual o crescimento provável do lucro de uma empresa e através disto se tenta achar o seu "preço justo". Neste ponto os erros podem ocorrer pros dois lados. Se voce projeta um crescimento pra empresa muito grande voce acaba chegando em um valor muito alto de preço justo, o que pode levar voce erroneamente a achar que a empresa está muito barata e a ter uma alocação muito alta nesta empresa. Se por outro lado voce for muito conservador e estimar um crescimento baixo vai acabar achando que a empresa está cara e tendo uma alocação baixa na empresa ou não comprando. Então achar a taxa certa é o "santo graal" da análise fundamentalista. Na prática o procedimento padrão é projetar a mesma taxa dos anos anteriores pro futuro, o que pode ou não acontecer.

E quanto a Randon? Como falei nos comentários do post anterior é interessante analisar várias taxas de crescimento e ver como se comporta o "preço justo".

Uma coisa interessante para termos uma idéia melhor e mais realista é analisar o guidance da empresa. Vamos ver:

Indicadores 2011 - Guidance

Receita Bruta Total - R$ 5,9 bilhões;
Receita Líquida Consolidada -R$ 3,9 bilhões;
Exportações -US$ 250 milhões;
Importações -US$ 100 milhões;
Investimentos -R$ 270 milhões;

Ou seja a meta da empresa é um aumento da receita bruta em  5,35% e um aumento da receita líquida de 5,4%. Ou seja a empresa não espera um crescimento forte, possivelmente pelo cenário econômico complicado que o Brasil atualmente se encontra com inflação em alta, restrições ao crédito,  aumento da taxa de juros e perspectivas de queda do PIB. E este cenário de baixo crescimento vem se refletindo nas cotações em bolsa. Agora já começamos a entender melhor o por que do fraco desempenho das ações da empresa no ano.

Agora vamos analisar agora o desempenho da empresa neste ano até março. A empresa divulgou uma nota:

"Informamos que a receita líquida consolidada da Randon S.A. Implementos e Participações, no mês de Março de 2011, atingiu R$ 374,4 milhões ou 28,6 % mais que aquela de Março de 2010.
No acumulado de Janeiro/Março 2011, a Receita Líquida consolidada totalizou R$ 953,9 milhões ou 21,9% mais que no acumulado no mesmo período do ano anterior.
A Receita Bruta total (sem eliminação e com impostos) no mês de Março de 2011 atingiu R$ 580,5 milhões ou 31,9% mais do que aquela de Março de 2010. No acumulado Janeiro/Março 2011, a Receita Bruta totalizou R$ 1,463 bilhão ou 24,3% mais que no mesmo período do ano anterior."

Ou seja, apesar do guidance de baixo crescimento da empresa, nestes 3 primeiros meses do ano o resultado tem sido aparentemente muito bom, com crescimento de 21,9% da receita líquida no período.

Concluindo, qual a taxa de crescimento da Randon ? Eu não sei, mas mesmo com um possível cenário de baixo crescimento da empresa, ela não parece estar cara; e a empresa tem um ótimo potencial no longo prazo. 

Abs.

5 comentários:

  1. Olá IF,
    Eu não tenho conhecimento pra saber se está cara ou barata...
    Vi este vídeo no feriado. Não sei se vc já assistiu. Talvez te interessa.

    Palestra Geração Futuro - David Randon
    http://vimeo.com/8818997
    abs!

    ResponderExcluir
  2. ID,

    Ninguem tem....quem souber disto com certeza sobre qualquer empresa fica milionario...alias o cara deve saber tambem os numeros da mega sena...

    Obrigado pelo link. Só tem que prestar atenção que é de 2009.

    Abs

    ResponderExcluir
  3. Gostei muito do post IF,
    Apesar da visão fundamentalista não ser livre de falhas, ainda não vejo método melhor para análise de um papel.

    Abraço!

    ResponderExcluir
  4. Olá Jonatas,

    Legal que vc gostou do post.

    Abs

    ResponderExcluir